aventuras em 4x4

domingo, janeiro 01, 2006

Finalmente acabaram os preparativos e começou a viagem!

Após algumas semanas de preparação de todos os detalhes, como habitualmente mais intensos à medida que se aproximava a hora da partida, arrancámos para os primeiros quilómetros da nossa longa viagem.
Para melhor compreenderem o que foram os últimos dias, e até as últimas horas, basta referir que no dia da partida fechámos o negocio com um último patrocinador, tendo sido gasta a tarde de quinta-feira a produzir os autocolantes com a imagem da empresa.
No que respeita à preparação dos veículos, será suficiente dizer que as molas novas para o Patrol chegaram na quinta (dia da partida) às 11h00 e, não fora a colaboração do Hugo e do Sr. Fernando, que estiveram até às 19h00 a instalá-las, teria sido de todo impossível vir com o jeep na sua configuração final.
Claro que todos estes factos levaram a que, por um lado a saída do Porto, tivesse sido adiada mais de 2 horas e, por outro, que se viesse a constatar durante a viagem que os amortecedores traseiros do Patrol estavam montados ao contrário!

A viagem decorreu sem nada digno de verdadeiro registo, o que é sempre bom numa tirada como a que estamos a empreender, mas deixo-vos ainda assim alguns dados sobre o que foram os nossos dois últimos dias:

Quarta, 28 de Dezembro de 2005:
Repartir a bagagem e carregar os carros até às 02h00

Quinta, 29 de Dezembro de 2005
09h00 às 18h00 - Dia de trabalho normal
21h30: Arranque da viagem

Sexta, 30 de Dezembro de 2005
Chegada a Tarifa às 08h00 com cerca de 900 km já efectuados
Travessia do estreito de Gibraltar e passagem da fronteira Marroquina
12h30 – Tanger – problemas em simultâneo com os sistemas eléctricos do Toyota e LR.
20h00 – chegada a Safi com cerca de 1.600 km cumpridos em 22 horas consecutivas
23h00 – recolha geral para recuperar energia para as próximas tarefas, nomeadamente mudar a instalação dos amortecedores do Patrol e cumprir os 1.000 km que temos como objectivo para amanhã.

Por Migas




2º dia – Missão (parcialmente) cumprida

Dormida a nossa primeira noite em solo africano, em Safi, reposta parte do nosso descanso e recuperada uma boa porção das nossas energias graças a um típico restaurante marroquino – ementa local à base de pizzas e bifes, em quantidades dignas de meninos da 1ª classe –, acordámos às 06h30 para começarmos a nossa classificativa de ligação de quase 1000 kms. O pequeno almoço foi servido tarde, apesar das generosas doses, o que atrasou de sobremaneira a nossa partida – para perto das 08h15.

A primeira parte da manhã não foi propriamente fácil, com bastante trânsito entre as localidades e estradas montanhosas a complicar-nos a vida. Após uma paragem técnica, em que comprámos pão para o nosso almoço “rolante”, para que não perdêssemos mais tempo do que o estritamente necessário, fizemo-nos à segunda parte do dia, que durou até há relativamente pouco tempo atrás, até cerca das 20h30. Conseguimos, graças à nossa férrea vontade de chegar ao deserto o mais depressa possível, fazer os 1000 quilómetros (mais esperados do que verdadeiramente) previstos, encontrando-nos agora em Laayoune. O jantar demorou uma eternidade, o que complicou as nossas contas mais um pouco (pois amanhã teremos de fazer mais 1000 quilómetros, com a condicionante de termos de chegar à fronteira da Mauritânia às cinco da tarde) e os nossos festejos de Ano Novo, que se resumiram a um sentido abraço entre todos (o pão-de-ló e o Vinho do Porto ficarão para um momento mais oportuno), tendo todos os participantes com que se ocupar, particularmente o Miguel e o Paulo, ainda a braços com a mudança de amortecedores do Patrol. Como consequência, a nossa noite vai ter pouco de descanso, pois são agora 00h30, Morfeu não parece estar sequer próximo de chegar e o dia de amanhã começará tão ou mais cedo do que o dia de hoje.

A título pessoal, gostaria de acrescentar as fantásticas paisagens que pude presenciar hoje (sendo o novato da equipa, cabe-me a mim em quase exclusivo o maravilhamento com estas pequenas impressões), de uma imensa vastidão que me permitiu ter outra noção da relatividade de tudo um pouco. Está tudo a valer muito a pena, apesar das tortuosas horas de erguer. Não posso esperar pelo que há-de vir amanhã, dado que começará nesta próxima manhã aquilo que verdadeiramente nos trouxe até aqui: o deserto. Uma vez que esta deverá ser a última vez que escrevemos antes da viagem de regresso, um “até já” a todos os que quiseram vir espreitar o que andávamos a fazer.


3 Comments:

  • Vocês vão-se rir de mim (particularmente o Miguel, se bem o conheço!) mas... "É assim fácil trocar as molas ao Patrol...? Não são precisos aparelhos para afinar isso?"
    Espero que apesar de todos os contratempos continue tudo a correr tão bem como até aqui; espero que se divirtam e aproveitem muito.
    Tal como anunciado, suponho que durante o resto da viagem não tenham de novo acesso ao blog. Ainda assim, aqui fica a informação para os mais curiosos de que o Carlos Sousa partirá para África em 5º lugar.
    Um beijo grande para todos,
    Joana

    By Anonymous Joana, at 1/01/2006 2:11 da tarde  

  • O pessoal que aqui ficou está tão entusiasmado como vocês!!! As fotos já dizem muito do que vos espera e do que vão ver. Boa sorte e Boa viagem. Bom ano novo da João, Dato e Susana para todos!

    By Anonymous Dato, Jo, at 1/01/2006 3:21 da tarde  

  • OLÁ A TODOS,

    ESTAMOS DESLUMBRADOS COM AS PRIMEIRAS CRÓNICAS E FOTOS!
    NÓS POR CÁ SENTIMOS O CHEIRINHO DO DAKAR NA SERRA ALGARVIA, O Q DEIXOU O RODRIGO JÁ BEM SATISFEITO:
    "PTAAAAAHHHHH!!!!!"
    BJS E ABRAÇOS,
    ZÉ LUÍS, SANDRA E RODRIGO.

    By Anonymous Anónimo, at 1/04/2006 2:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home